quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

P de Proibido


Tenho uma certa aversão pelo proibido. Não é que seja rebelde nem tenha uma vida desregrada, antes pelo contrário. Mas a justificação "porque é proibido" causa-me uma certa comichão.
Mas é proibido porquê? Porque a sociedade assim o quis? Porque um grupo de pessoas pensou que seria melhor?
Não, eu não concebo o "porque sim" ou o "porque não" sem uma justificação minimamente plausível. Deus deu-me consciência, e eu uso-a para discernir o Bem do Mal. Posso cometer erros, mas não sou perfeita.

@Peregrina

2 comentários:

saitica disse...

Ah...
se todos fossem como você...
nada seria proibido
seria "Proibido proibir"

www.saitica.blogspot.com
daniel

Andreia disse...

detesto o porque sim e/ou porque não