quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Despedidas..


Despedidas são assim...
Uma ferida que se crava no peito de quem perdeu...
Um desfecho de uma história que ninguém profetizou...
Um começo de noite sem luz...
Uma ferida que dói sem derramar sangue...
Uma angústia que ninguém consegue parar...
Um sufoco preso que nos impede de chorar...
Chorar? Mas porquê chorar?
Milhares de lágrimas derramadas... Muitas mais por derramar...
Sentimento de culpa? Arrependimento? Ou apenas tristeza?

Despedidas, que vêm sem o termos pedido...Apenas vêm...
E tiram-nos um pouco do que melhor temos...
E assim, destroem-nos o corpo e a alma, provocam um vendaval de sentimentos...

Mas sentimentos tristes...

Despedidas doem...a alma desaba...
Um grito sai do peito e aflora à garganta...E tudo porquê?
É o destino, a "sina" que todos nós estamos predestinados a ter,
Ou será infeliz coincidência?
Isso, ninguém sabe...
Só existe uma certeza...Despedidas são assim...
E ninguém as pode impedir... Só nos resta tentar ultrapassar...
Tentar seguir em frente, percorrer o nosso caminho...
Até chegarmos a um dia...O dia em que nós mesmos vamos despedir-nos...
Despedir-nos de tudo e de todos...
E aí, no mundo, vai haver alguém, que vai sentir por nós o mesmo que nós sentimos outrora...

O sentimento de uma despedida...

@Peregrina

23 comentários:

Fa menor disse...

Sim, as despedidas têm esse efeito...
mas, às vezes, pior será quando nem despedida aconteceu...

Bjs

Rubinho Osório disse...

Estamos sempre nos despedindo, afinal tudo passa...
A sabedoria é saber despedir-se - sem abandonar, esquecer, não dar a mínima - e sem agarrar-se desesperadamente com se a vida dependesse daquilo, ou daquele/a. Não depende.
E temos a poderosa arma da memória para manter junto as boas lembranças do que ou de quem já nos despedimos.

sonhos disse...

Despedida esse sentimento que doi.
Mas fica a lembrança do que demos e nos deram.

Beijinhos

Salto-Alto disse...

Este texto está lindíssimo! Parabéns, está mesmo lindo!
Adorei!

Beijocas!

Maria Manuela disse...

Eu não sou de despedidas, prefiro um até já.

Mas quando acontecem, são definitivas. Raramente volto atrás ou a abrir a porta !!!

Peregrina disse...

Pois é Fá Menor, quando nem tempo para isso temos. No fundo, acaba por ser uma despedida, mas que temos de a fazer sozinha :)

Rubinho, concordo em absoluto. O problema é à vezes conseguirmos equilibrar tudo isso. Beijinho*

Peregrina disse...

Pois dói Sonhos. Mas, com o tempo, a dor acaba por passar. Fica, como disseste, as lembranças. AS boas, esperemos :)

Saltinho, obrigado querida :) Um beijo *

Peregrina disse...

Eu também não gosto de despedidas maria. Mas às vezes tem de ser, não é? O pior é quando não somos nós que escolhemos :)

alfabeta disse...

Custa, principalmente por quem nunca mais vamos ver. bjs

Rafeiro Perfumado disse...

Há sempre a esperança da despedida ser um até breve. Eu pelo menos gosto de acreditar que assim seja.

Um beijo.

Fénix disse...

Olá! Sim, despedidas custam sempre.
Aquela que falo no meu blog é do meu animal de estimação, mas não, ela já não vai voltar.
Um grande beijinho.

pieces of me (Luna) disse...

Doi.. mas é da dor que retiramos e relembramos todas as coisas boas k existiram antes dessa despedida...

bjinhu

Peregrina disse...

Alfabeta, pois custa. Mas.. é a vida, não é? Há que seguir em frente :)

Concordo contigo Rafeiro. A esperança é a ultima a morrer. Algumas vezes, é mesmo um até breve. Outras não. Mas não se pode ter tudo, não é?

Beijinho para aos dois *

Peregrina disse...

Fénix, ele estará num sítio melhor, temos de acreditar nisso :) Beijinho para ti também!


É a dor que nos faz crescer. E no fim, restam [felizmente] as coisas boas. E são essas que vale a pena recordar! Beijo luna *

Marta disse...

São dolorosas as despeidas, demais!

PsYcHo_MiNd disse...

Não digas adeus, mas sim até logo. Mas há coisas que mais valem que seja definitivamente.

Mello disse...

Nos últimos dez anos, a minha vida tem sido uma eterna despedida, revejo-me no teu texto.

Linda música da Enya...

Beijinhos,

Graça Mello

The Hazy Looker disse...

Lindo texto! Triste, mas um excelente retrato da dor que as despedidas provocam.

Um beijo.

Peregrina disse...

Marta, são despedidas. Doem sempre. Mas fazem parte da vida...

Pois é psycho. Eu prefiro muito mais dizer um até logo. O pior é que às vezes não é possível... :)

Peregrina disse...

Mello, a vida é feita de despedidas. Há que saber ultrapassá-las. E tornamo-nos mais fortes! Um beijinho*


Obrigado Hazy, ainda bem que gostaste :)

Lena disse...

A despedida é sempre triste...

Peregrina disse...

Lena, pois é. Há que saber lidar com elas da melhor forma :)

freefun0616 disse...

酒店經紀人, 菲梵酒店經紀, 酒店經紀, 禮服酒店上班, 酒店小姐兼職, 便服酒店經紀, 酒店打工經紀, 制服酒店工作, 專業酒店經紀, 合法酒店經紀, 酒店暑假打工, 酒店寒假打工, 酒店經紀人, 菲梵酒店經紀, 酒店經紀, 禮服酒店上班, 酒店經紀人, 菲梵酒店經紀, 酒店經紀, 禮服酒店上班, 酒店小姐兼職, 便服酒店工作, 酒店打工經紀, 制服酒店經紀, 專業酒店經紀, 合法酒店經紀, 酒店暑假打工, 酒店寒假打工, 酒店經紀人, 菲梵酒店經紀, 酒店經紀, 禮服酒店上班, 酒店小姐兼職, 便服酒店工作, 酒店打工經紀, 制服酒店經紀, 酒店經紀, 菲 梵,酒店,